Absolutamente TUDO para sua Aprovação na OAB

Blog do Curso Prova da Ordem

A Estratégia Infalível para Resolver a 2ª Fase da OAB
Avatar Lucas Avila

por

Advogado, especialista na Prova da OAB e técnicas de estudo. Atuou como Juiz Mediador do Tribunal de Mediação e Arbitragem do RS - Professor de Direito Civil e Processo Civil em cursos preparatórios para Concursos (Exattus - Uruguaiana/RS e Cursos Elite - Itajaí/SC) e criador de conteúdo para Estudantes de Direito há mais de 8 anos.

A Estratégia Infalível para Resolver a 2ª Fase da OAB

Em vez de ler toda a matéria, que tal ouvi-la? Experimente no player abaixo:

Na 2ª fase da OAB, são muitas as histórias de examinandos que estudam MUITO e, mesmo assim, reprovam.

Ao nos depararmos com o resultado negativo nesse contexto, é difícil encontrar uma razão que explique o porquê disso ter acontecido.

Como reprovei se estudei TUDO e mais um pouco?

O que mais é possível fazer se já estudei tudo?

Perguntas não faltam. Respostas sim.

É como se você pensasse na prova futura e não conseguisse ver outro resultado senão o de uma nova reprovação.

Creio que o sentimento que contempla melhor esse momento é o de impotência.

Nem sempre estudar é suficiente

O fato é que nem sempre a reprovação passa exclusivamente pela falta de estudo.

Alguns irão te perguntar sobre o porquê da reprovação, mas nem tente explicar.

Só quem vive o Exame de Ordem consegue compreender o que estamos falando aqui.

Além disso, a única pessoa que precisa entender isso é você.

Ninguém vai fazer a prova no seu lugar.

A falta de estudo é apenas uma das razões que levam à reprovação, mas existem outras.

E uma das mais relevantes é a falta de estratégia para resolução da prova.

Primeiro as questões ou a peça? Fazer ou não fazer rascunho? Como saber se identifiquei todas as teses? Como encontrar os fundamentos no código na hora da prova?

Se você se atrapalhar em alguma dessas coisas, pode ser que falte tempo. Com isso, você irá se apressar e acabará deixando passar pontos cruciais ou até mesmo alguma questão sem resposta.

Ou seja, não há estudo que baste se você perder a mão no dia “D”.

Você verá, em seguida, que a estratégia infalível para resolver a 2ª fase é aquela que traça um plano para cada momento da prova.

E acredite: chegar ao domingo de avaliação dominando cada passo que será dado faz muita diferença para o seu sucesso na prova.

É por isso, inclusive, que dedicamos o primeiro módulo do nosso Curso para 2ª fase exclusivamente para elucidar sobre as regras da prova, erros mais comuns e como evitá-los, como marcar o Vade Mecum e também passamos a estratégia infalível para resolver a 2ª fase da OAB com mais assertividade.

Promoção Quarentena Curso 2ª Fase OABPromoção Quarentena Curso 2ª Fase OAB

📹 Melhores Cursos Online para 2ª Fase OAB

Nossos cursos para a 2ª Fase da OAB têm como meta a Aprovação de todos alunos na prova prático-profissional. As aulas são super objetivas, apresentando como elaborar cada uma das possíveis peças cobradas pela OAB/FGV. O resultado dessa abordagem prática de ensino-aprendizagem consolida-se na formação de examinandos muito mais capacitados para enfrentar a 2ª Fase da OAB.

Vale lembrar ainda que nossos cursos estão com 58% de desconto para os primeiros 100 alunos que realizarem matrícula para o XXXI Exame OAB. Por apenas 12x de R$ 25 você já pode preparar sua aprovação na prova-prático profissional.

Saiba mais detalhes →

Estratégia Infalível para resolver a 2ª fase da OAB

O objetivo é falarmos sobre a estratégia de resolução da prova em si, mas é importante destacar que tudo o que você estabelecer como ação prévia mirando o dia da avaliação, e até um pouco antes, pode ser incluída como parte dessa estratégia.

Os detalhes da véspera

Alguns problemas no dia da prova podem ser evitados se você tomar alguns cuidados na véspera.

Exemplos disso são o branco na hora da prova, causado por uma noite mal dormida, sonolência em razão de uma alimentação pesada no almoço ou imprevistos que contribuem para o aumento da ansiedade, como não encontrar sua documentação.

São coisas pequenas, mas que influenciam de forma determinante o seu resultado.

Por isso, na véspera da prova:

  • a) Separe sua documentação;
  • b) Faça refeições leves e com antecedência no dia da prova;
  • c) Reserve água e alimentação para o momento da prova e remova rótulos;
  • d) Informe-se sobre o itinerário até o local de prova e chegue com antecedência, mas não tanto que tenha que esperar muito tempo;
  • e) Separe três canetas (azuis ou pretas).

Como começar a prova da 2ª fase

Agora que já estamos por dentro dos momentos que antecedem a prova, vejamos como colocar a mão na massa.

1 – Leia a prova completa

A primeira coisa que você deve fazer quando pegar a prova é uma leitura, que pode ser rápida, de toda a prova.

Isso ajudará você a ter um panorama da avaliação, como se fosse um reconhecimento de terreno e facilitará a tomada de decisão sobre o rumo a ser seguido durante a resolução da prova.

Mais adiante, você entenderá melhor a importância desse ponto.

2 – Leia o enunciado da peça e destaque pontos relevantes

Após ter noção geral da avaliação, o ponto a ser superado é a leitura atenta do enunciado da peça e destaque dos pontos importantes para identificação da peça e teses a serem desenvolvidas.

Dessa forma, durante a leitura da prova, dê destaque para datas, nomes de pessoa física ou jurídica, locais, números de forma geral, atos e fatos jurídicos (ex.: danos ao bem, contrato, regime de casamento) e palavras-chave que indiquem alguma importância jurídica ou situações que apontem para possibilidade de socorro legal (ex.: sofreu tal coisa, prejuízo etc).

Não deixe passar nada. Por isso, faça com calma e releia atentamente.

Isso será muito útil aos próximos passos da nossa estratégia infalível de resolução da 2ª fase.

3 – Identifique a peça e suas teses

Acertar a peça processual cabível para a solução do problema prático-profissional da prova é parte crucial de toda avaliação.

Ela vale 05 dos 10 pontos de toda a prova e você precisa de média 06 para ser aprovado.

Ou seja: se você não acertar a peça, mesmo que gabarite o restante, não conseguirá alcançar a pontuação necessária.

Dessa forma, é importante aproveitar esses momentos iniciais em que a mente está mais descansada para realizar a identificação e tirar esse peso logo das costas.

Depois, anote de maneira sucinta as possíveis teses identificadas.

Ex.: Dano Moral, Horas Extras, Preliminar X, Preliminar Y etc.

Não precisa se preocupar em encontrar necessariamente os fundamentos legais nesse momento, isso será feito logo mais.

4 – Análise das questões e esqueletos

Depois de ter identificado a peça e as possíveis teses, vá para as questões.

Separe as fáceis, que são aquelas que você consegue de cara responder, das difíceis, que são as que exigirão um pouco mais de atenção para serem resolvidas.

No que tange às questões fáceis, você pode, de pronto, estruturar o esboço da resposta, apontando, no rascunho, a sua base e o fundamento legal correspondente, a fim de poupar energia.

Ex.: Sim, a parte poderá requerer dano moral com base no artigo tal. É cabível o pedido de horas extras – artigo tal.

Os porquês e a redação da justificativa mais completa você deixa para depois.

Ou seja, o objetivo é aproveitar a disposição inicial e, com isso, evitar não encontrar a resposta ou errar aquilo que você sabe simplesmente por estar mais desgastado ao final.

Além disso, isso otimiza o seu tempo.

Obs.: isso você fará somente em relação às questões mais simples. As mais difíceis deverão ser deixadas para depois.

5 – Esqueleto e Redação da Peça

Para aproveitar o embalo de pesquisa de fundamentos legais no código das questões mais fáceis, agora é hora de estruturar o esqueleto da sua peça para, posteriormente, fazer a sua redação.

Afinal, não dá tempo para redigir um rascunho completo da peça para depois transcrevê-lo no caderno definitivo de respostas.

Dessa forma, você deve apontar os tópicos e teses, bem como os fundamentos legais que irão compor a sua peça.

Ex.:

  • Endereçamento;
  • Partes;
  • Fatos;
  • Fundamentos:
    – Dano moral (Artigos x e y);
    – Ressarcimento de danos materiais (Artigos x e y) ;
    – Lucros cessantes (Artigos x e y) .
  • Pedidos:
    – Citação de x, y (Artigos x e y) ;
    – Sucumbência e honorários (Artigos x e y) ;
    – Intimação do MP (Artigos x e y) .
  • Fechamento.

Enfim, a estrutura e os tópicos irão variar de acordo com a disciplina.

Você pode fazer algum apontamento genérico, como nas questões mais simples, para cada tese a ser desenvolvida.

Com isso em mãos, ficará mais simples a redação diretamente no caderno definitivo de respostas, evitando que você se perca ou se esqueça de algo.

É o seu roteiro.

Para não me alongar e fugir do tema, recomendo que você leia a publicação do blog sobre como montar o esqueleto da prova. Segue o link:

👉 Estruture um Esqueleto para Peça na 2ª Fase OAB

6 – Redação das questões e resolução das questões mais complexas

Com a peça finalizada, parta para a redação das respostas das questões mais fáceis, aproveitando os apontamentos prévios.

Em seguida, busque os fundamentos e responda às questões mais difíceis. Aproveite o tempo restante para caprichar no que falta.

Dica extra: Faça pequenas pausas sempre que o raciocínio cansar

Nossa mente funciona como um computador. Ele começa limpo, mas conforme você vai abrindo programas, ele fica mais pesado.

Quando ele começa a travar, a melhor coisa que você pode fazer é reiniciá-lo para fechar todos esses programas e poder começar de novo.

Esse é o efeito das pausas estratégicas durante a prova. Sempre que você sentir que não está rendendo, ou estiver por mais de 01 hora em esforço contínuo, faça um pequeno intervalo para “resetar” sua mente.

Aproveite para ir ao banheiro, beber água, alongar-se e oxigenar o cérebro.

Sinta-se à vontade para alterar a estratégia infalível para resolver a 2ª fase da OAB

Essa estratégia infalível para resolver a 2ª fase da OAB considera a minha experiência de anos acompanhando estudantes que já enfrentaram o Exame de Ordem.

Para a maioria, ela é a mais eficaz e eficiente em termos de gerenciamento do tempo e controle durante a prova.

Apesar do nome, não fique constrangido em promover pequenos ajustes de acordo com seu perfil e aproveite para compartilhar conosco. Os colegas agradecem.

Assim, chegamos ao fim da nossa publicação.

Promoção Quarentena Curso 2ª Fase OABPromoção Quarentena Curso 2ª Fase OAB

📹 Melhores Cursos Online para 2ª Fase OAB

Nossos cursos para a 2ª Fase da OAB têm como meta a Aprovação de todos alunos na prova prático-profissional. As aulas são super objetivas, apresentando como elaborar cada uma das possíveis peças cobradas pela OAB/FGV. O resultado dessa abordagem prática de ensino-aprendizagem consolida-se na formação de examinandos muito mais capacitados para enfrentar a 2ª Fase da OAB.

Vale lembrar ainda que nossos cursos estão com 58% de desconto para os primeiros 100 alunos que realizarem matrícula para o XXXI Exame OAB. Por apenas 12x de R$ 25 você já pode preparar sua aprovação na prova-prático profissional.

Saiba mais detalhes →

Confira também:

Receba com exclusividade nossas publicações sobre o Exame de Ordem

Preencha seu nome e e-mail para ficar por dentro de todas as novidades sobre a Prova da OAB.

Informe o seu nome.
Informe o seu e-mail.