Absolutamente TUDO para sua Aprovação na OAB

Blog do Curso Prova da Ordem

07 vacilos cometidos por advogados via WhatsApp
Avatar Lucas Avila

por

Advogado, especialista na Prova da OAB e técnicas de estudo.

7 Vacilos Cometidos por Advogados via WhatsApp

 
Recém-aprovados na OAB, Sejam bem-vindos ao Mundo da Advocacia!
 
 
Para quem pensava que o Exame de Ordem era complicado, é porque não está muito informado sobre a realidade da carreira advocatícia no Brasil. Não está fácil para ninguém! Quem foi aprovado acaba de somar a um número de mais de um milhão de advogados inscritos nos quadros da OAB, e para conseguir se inserir e crescer neste mercado está cada vez mais difícil, mas é exatamente nessas circunstâncias em que pessoas com diferenciais se estabelecem.
 
E para os que optam por trazer a tecnologia como diferencial no desenvolvimento da atividade advocatícia, é preciso ter alguns cuidados.
 
 

Tema de hoje: Whatsapp para o cliente

Hoje o WhatsApp possui 100 milhões de usuários no Brasil, o aplicativo é tão popular que praticamente trouxe uma nova forma para se pedir o telefone: – Me passa seu whats?
 
Mas ao mesmo tempo em que serve para manter o contato com familiares e amigos, também pode ser utilizado para fins profissionais, otimizando a comunicação com colegas de trabalho e clientes.
 
E é esta ambiguidade do aplicativo que pode trazer um pouco de confusão para a vida profissional, notadamente para os advogados que, em regra, trabalham com a solução de problemas alheios.
 
Certamente que o ideal é NÃO dialogar com o cliente via WhatsApp, mas bem sabemos que nem sempre isso é possível e que acabamos abrindo algumas exceções considerando circunstâncias especiais.
 
Por isso, confira a seguir 07 vacilos envolvendo o WhatsApp que podem comprometer a sua reputação profissional como advogado:

1 – Mandar mensagens em qualquer horário

Quando excepcionamos o diálogo com o cliente através do WhatsApp, é importante que sejam delimitadas algumas regras. Dentre elas, o período em que essa troca de mensagens irá ocorrer. Se isso não for feito, você provavelmente receberá mensagens a noite, durante o almoço e outras ocasiões em que isso será inconveniente.
 
E se o cliente não respeitar o horário? Inicialmente você pode dar a dica respondendo apenas dentro do que foi combinado. Caso ele exija respostas fora do horário, corte o contato através do app. Isso evitará muita dor de cabeça – acredite.
 
Não fique preocupado com a possibilidade de perder o cliente, afinal de contas o horário foi preestabelecido. Educadamente, explique que esta via não está sendo a mais adequada para tratar sobre as questões do processo e estabeleça outras formas para a comunicação entre vocês.
 
E o mesmo vale para o advogado, que deve evitar o envio de mensagens para o cliente fora do horário combinado, sob pena de ser inconveniente e acabar manchando de alguma forma a sua relação com ele.
 
DICA: Desmarque a opção que acusa a visualização das mensagens no aplicativo.
 
 

2 – Trocar o contato pessoal pelo WhatsApp

Você não pode abandonar as interações presenciais em nome da (inegável) praticidade de se enviar mensagens por escrito. O contato pessoal com o seu cliente é MUITO importante.
 
É através dele que você tem o feedback real da satisfação do seu cliente, bem como extrai informações com muito maior qualidade para o processo, do que por meio de áudios soltos no aplicativo. Tirando assuntos rápidos ou envio de uma documentação ou outra, que precise de urgência, prefira sempre o contato pessoal, pois nessas oportunidades é que você terá a sua disposição todos os recursos como tom de voz e linguagem corporal para aprofundar a conversa e evitar mal-entendidos.
 
 

3 – Confundir destinatários 

Considerando a pressa do dia a dia e que o celular é manipulado pelas nossas mãos, na maioria das vezes com pressa, não é difícil que a gente acabe enviando mensagens para as pessoas erradas.
 
Dependendo da mensagem que foi enviada equivocadamente, isso pode minar completamente a sua imagem frente ao cliente. Preste bastante atenção no momento de selecionar o contato para quem o texto será remetido.

4 – Enviar memes, vídeos engraçados e revoltas em geral pelo WhatsApp

Este é outro ponto em que as pessoas costumam falhar na relação com os outros por meio do WhatsApp. Dependendo do tipo de humor, piadas podem soar inadequadas e até ofensivas. Bem como as famosas frases “inspiradoras” e comentários sobre o cenário político e econômico do país, que também devem ser evitados pois podem causar irritação.
 
 

5 – Usar indevidamente emojis

Certamente, quem usa o WhatsApp também se vale da grande variedade de ícones e emoticons (ou emojis) que o aplicativo oferece para complementar a comunicação através dele. Todavia, para uma relação profissional é preciso ter atenção para não trazer uma interpretação equivocada deles em algum diálogo.
 
Prefira sempre pelo uso de emojis básicos e pergunte-se sempre se é mesmo necessário usá-los. Na dúvida, o recomendado é manter apenas o uso de texto.
 
 

6 – Erros de português

O advogado faz uso de duas ferramentas principais para o seu trabalho, o raciocínio/interpretação de normas e a capacidade de escrita para externalizar isso na peça processual. Ou seja, uma das principais competências do profissional da advocacia é verificada através do bom domínio da técnica e das regras gramaticais.
 
Quando enviamos uma mensagem através do WhatsApp, normalmente não o fazemos com o mesmo zelo e concentração de um e-mail, por exemplo. Dessa forma, para não comprometer a imagem profissional, é preciso ter cuidado redobrado para não cometer erros de gramática e ortografia na comunicação pelo aplicativo.
 
Em que pese haja uma ferramenta de autocorreção, ela também pode causar confusões ao substituir palavras no momento da construção do texto. O que pode ser muito constrangedor em alguns casos. Portanto, é imperioso que se revise atentamente o texto antes do envio.
 
 

7 – Usar uma foto de perfil inadequada 

O que é uma foto de perfil inadequada? No momento de escolher a foto do seu perfil no WhatsApp a pessoa deve se perguntar o que ela pensaria de um profissional com a mesma foto. Sobriedade é a palavra que deve guiar a sua escolha. Prefira uma foto neutra, evitando fotos sensuais, na praia, em festas, com bebidas e charutos etc. Os seus clientes irão lhe julgar por isso, não tenha dúvidas.
 
 
E você?
O que pensa sobre isso?
Deixe seu comentário logo abaixo!!
 
 

Receba com exclusividade nossas publicações sobre o Exame de Ordem

Preencha seu nome e e-mail para ficar por dentro de todas as novidades sobre a Prova da OAB.

Informe o seu nome.
Informe o seu e-mail.