OAB divulga perfil de aprovados no Exame de Ordem

Estudo inédito aponta perfil dos aprovados no Exame de Ordem

Um recente estudo divulgado pela OAB em parceria com a FGV Projetos revela o perfil de aprovados no Exame de Ordem, de acordo com dados extraídos das últimas nove edições. Além da base de dados dos examinandos participantes das provas, foram utilizadas informações s complementares, obtidas junto a bases e fontes de dados públicas.

Através do estudo,é possível identificar que alguns fatores socioeconômicos como, por exemplo, o padrão de vida e a qualidade educacional recebida ao longo de sua formação como Bacharel em Direito, influenciam o desempenho nas provas. Outra análise complementar que pode ser feita por intermédio do estudo divulgado é a relativização do desempenho dos examinandos (taxa de aprovação) de acordo com a categoria administrativa da instituição de ensino superior onde foi concluído ou será concluído o bacharelado em Direito (isto é, se a instituição é pública ou privada).

Para aprofundar o entendimento das análises apontadas no estudo, apresentam-se alguns dados extraídos do mesmo:

Tabela 1: Taxa de aprovação no Exame da OAB por categoria administrativa da Instituição de Ensino Superior

Taxa de aprovação no Exame da OAB por tipo de instituição de ensino superior (pública ou particular)

A tabela anterior revela que as instituições de ensino superior privadas foram responsáveis por 89,2% dos examinandos nas nove últimas edições da Prova da OAB, contrapondo os demais  10,8% estudantes ou formados em instituições públicas. Em termos de desempenho, entretanto,os examinandos que estudaram em instituições de ensino superior pública apresentaram um índice de aprovação superior (69,1%),contrapondo a taxa de 44,1% obtida pelas instituições geridas pela iniciativa privada.

Esses dados apresentados anteriormente, apesar de bastante reveladores, não devem ser considerados definitivos, uma vez que o desempenho dos examinandos deve ser analisado sob uma perspectiva multidimensional, dado que o fato da instituição de ensino ser gerida pela iniciativa privada ou pública não é capaz de compor isoladamente ao perfil de aprovados no Exame de Ordem.

Para dar a perspectiva multidimensional à análise do perfil de aprovados no Exame da OAB será utilizado Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M). O IDH-M é uma medida resumida de três dimensões básicas do desenvolvimento humano: longevidade, grau de instrução e poder de consumo. O IDH-M varia entre 0  e 1, sendo que quanto mais próximo de 1, melhor o padrão de vida dos indivíduos do Município.

Uma forma de apresentar a correlação entre o IDH-M e a taxa de aprovação é através de gráficos de dispersão. Nesses, cada um dos círculos verdes representa um curso de direito, sendo o tamanho do círculo expresso pela quantidade de examinandos aprovados no Exame de Ordem.

Gráfico 1: Dispersão dos cursos de Direito relacionando taxa de Aprovação e IDH Municipal 

Gráfico de dispersão das instituições de ensino superior entre a taxa de aprovação e o IDH-M

Através do gráfico anterior, fica evidente a concentração de cursos com maior número de aprovações (círculo maior) estão nos quadrantes que possuem IDH-M acima da média brasileira, principalmente àqueles situados no 3º quadrante (Q3). Neste sentido, também se pode verificar que o maior número de cursos de Direito (quantidade de círculos verdes) estão situados no Q2, onde a taxa de aprovação e IDH-M são inferiores, um dado que remete o índice de aprovação abaixo do esperado.

Para conferir maiores detalhes sobre o estudo, clique aqui.   

 

 

Deixe seu Comentário